Curiosidades

[Curiosidades][bsummary]

Ciências

[Ciência][twocolumns]

Diversos

[Diversos][bleft]

E se a floresta amazônica fosse completamente destruída?


A Amazônia está sob ataque. Não é um grupo de guerrilheiros armados marchando pelas árvores ou um esquadrão de pilotos de caça lançando bombas que estão exterminando a maior floresta tropical do mundo. É uma tempestade de mudanças climáticas e a atividade industrial que estão efetivamente destruindo o lugar, com duas secas recentes ajudando a acelerar o processo. Enquanto ainda há tempo antes da maior floresta tropical do mundo ser completamente eliminada, é uma boa ideia entender o impacto impressionante que perder a Amazônia teria sobre o nosso clima e comida.

Abrangendo 56,7 milhões de hectares, a floresta amazônica se estende por nove países da América do Sul e é o lar de cerca de 10 por cento das espécies animais do mundo. No coração da região está o poderoso rio Amazonas, um afluente medindo 483 km de largura que despeja até 14,2 mil milhões de metros cúbicos de água no Oceano Atlântico a cada dia. A floresta começou cerca de 10 milhões de anos atrás quando o rio começou a fluir em direção ao leste. Hoje, é o lar de um diversificado leque de vida vegetal e animal e vários ecossistemas diferentes, incluindo as florestas e savanas. A Amazônia é atualmente responsável por mais da metade das florestas tropicais remanescentes do planeta [fonte: Butler ].

A destruição da floresta amazônica poderia afetar tudo, desde menos chuvas em várias regiões do planeta para uma grande escassez na medicina.

Acredita-se que cerca de 20 por cento da Amazônia foram perdidos desde meados da década de 70. Embora os esforços de conservação têm ajudado a conter a onda de desmatamento provocado pela agricultura mecanizada, o surgimento de fazendas de soja, atividade madeireira e o desmatamento de árvores para criação de gado, os especialistas dizem que a destruição continua. 

Além do homem, as mudanças climáticas também afetam a amazônia. As temperaturas mais elevadas e a redução de chuva causa seca e deixa a floresta propicia para incêndios. Somente esta mistura climática poderia acabar com 85 por cento da Amazônia. Isso seria uma coisa ruim não só para as regiões da América do Sul que dependem da floresta para a sua precipitação, mas também para pessoas ao redor do mundo [fontes: Kelly , Schiffman , Tuthill , Butler ].

Veja como a floresta gera chuva: plantas liberam umidade através de suas folhas em forma de vapor que, em seguida, entra na atmosfera e forma nuvens que produzem chuva. Se as árvores e plantas são destruídas, isso significa que a área em torno de onde a floresta se encontra - uma região que depende da água da Amazônia para até 70 por cento da sua atividade econômica - fica mais suscetível a secar. Pesquisadores da Universidade de Princeton descobriram também que o encolhimento da floresta significaria significativamente menos chuvas para a região noroeste do litoral da América do Norte e aproximadamente 50 por cento menos neve para a Sierra Nevada. Isso é menos água para as pessoas que vivem lá, para não mencionar os animais e culturas que necessitam dos fatores gerados pela floresta para conseguir comida. [fontes: Schiffman , Tuthill , Butler ].

Árvores da floresta tropical também ajudam a remover dióxido de carbono - prejudiciais da atmosfera - e convertê-lo em oxigênio.

Se o impacto sobre o meio ambiente não é suficiente, considere o que perder a floresta tropical poderia fazer para a sua vida. A Amazônia produz atualmente até 25 por cento das plantas utilizadas em medicamentos modernos [fonte: Butler ].


Fontes:
  • American Institute of Physics. "The Carbon Dioxide Greenhouse Effect." (May 14, 2015) http://www.aip.org/history/climate/co2.htm
  • Butler, Rhet. "Medicinal Plants." Mongabay. July 22, 2012 (May 14, 2015) http://rainforests.mongabay.com/1007.htm
  • Butler, Rhet. "The Amazon: The World's Largest Rainforest." Mongabay. Jan. 9, 2006. (May 14, 2015) http://rainforests.mongabay.com/amazon/
  • Kelly, Morgan. "If a tree falls in Brazil...? Amazon deforestation could mean droughts for western U.S." Princeton University. Nov. 7, 2013. (May 14, 2015) http://www.princeton.edu/main/news/archive/S38/31/66M12/index.xml?section=topstories
  • Schiffman, Richard. "What Lies Behind the Recent Surge of Amazon Deforestation." Environment360. March 9, 2015. (May 14, 2015) http://e360.yale.edu/feature/what_lies_behind_the_recent_surge_of_aamazo_deforestation/2854/
  • Tuthill, Samantha-Rae. "Deforestation of Amazon Could Alter Global Weather." AccuWeather. Nov. 22, 2013. (May 14, 2015) http://www.accuweather.com/en/weather-news/amazon-climate-change/20184965



Nenhum comentário: