Curiosidades

[Curiosidades][bsummary]

Ciências

[Ciência][twocolumns]

Diversos

[Diversos][bleft]

As abelhas são os primeiros insetos a entender o conceito de zero


Para a maioria de nós, a ideia de zero pode parecer uma coisa bastante fácil. Porém a capacidade de aceitar a ausência de algo, que é o que zero representa, é quase que exclusiva do ser humano. As crianças por exemplo geralmente aprendem outros números antes de entender o conceitAs abelhas são os primeiros insetos encontrados para entender o conceito de zeroo de zero, e mesmo assim, por muitas vezes eles podem encontrar dificuldade em identificar se zero é maior ou menor que um.

Portanto, não é de admirar que, no mundo animal, muito poucas espécies conheçam o conceito de zero. Os chimpanzés e alguns macacos podem ser treinados para compreender o conceito, mas, além disso, muito poucos animais conseguem fazê-lo, e até agora não se pensava que nenhum inseto fosse capaz de dominar a noção.

Mas cientistas da Universidade RMIT, em Melbourne, apresentaram suas pesquisas no atual encontro "Comportamento 2017" em Portugal, relatando que eles conseguiram demonstrar que as abelhas tratam zero exatamente como nós.

Para começar, os pesquisadores criaram duas plataformas com diferentes números. Eles então treinaram abelhas para associar a plataforma com o menor número com uma doce recompensa (Ex: 0), e a plataforma com maior número com um gosto horrível (Ex: 10). Depois de ter certeza de que as abelhas estavam respondendo aos números, os pesquisadores testaram os insetos oferecendo-lhes uma plataforma com um número maior que 1 e outra com 0. Os insetos escolheram a plataforma com 0 mais vezes que a forma com número mais alto.

Finalmente, os pesquisadores treinaram as abelhas para decidir se pousam ou não em uma plataforma com zero objetos, um objeto ou seis objetos. Eles descobriram que, mais uma vez, a maioria das vezes os insetos poderiam identificar corretamente a plataforma sem nada, mas elas demoravam mais para decidir se tivessem que escolher entre uma plataforma que não tinha nada e outro que tivesse apenas um objeto.

O fato das abelhas terem levado mais tempo para decidir qual era zero quando os números eram numericamente mais próximos, sugere que os insetos realmente vêem a ausência de objetos como um número, argumentam os autores.

Isso implicaria que a habilidade dos insetos para contar é semelhante à dos humanos e alguns primatas, e é estranhamente avançada para o mundo animal, não apenas para insetos. A razão pela qual as abelhas devem ter uma capacidade cognitiva tão desenvolvida no domínio da matemática, no entanto, é um pouco complicado de deduzir.

Nenhum comentário: