Parecemos estar sozinhos

Existem aproximadamente 100.000.000.000.000.000.000.000 de estrelas no Universo. E provavelmente mais planetas do que estrelas. No entanto, em toda essa imensidão, há apenas um lugar que conhecemos onde existe vida: a Terra.

Apesar das buscas por sinais inteligentes, nenhum sinal de vida extraterrestre inteligente foi encontrado. Na verdade, há um bom argumento de que, se tais formas de vida existem por aí, não apenas deveríamos ver sinais delas, mas elas já deveriam ter vindo para cá.

"Onde eles estão?" o físico Enrico Fermi fez a famosa pergunta. Alguns astrônomos acham que a resposta é que estamos sozinhos, que alguém tem que ser o primeiro.


Mas a ausência de evidência não é evidência de ausência. Levamos três bilhões de anos para passar de uma única célula para uma vida complexa, o que sugere que é difícil dar esse passo.

Civilizações tecnológicas como a nossa podem ser raras e suas vidas curtas; podemos ter perdido qualquer outro por milhões ou bilhões de anos. A outra alternativa é que o mais próximo pode simplesmente estar muito longe para ser detectado.

Nenhum comentário:

//Saúde

[Saúde][bsummary]

//TV

[TV][bleft]

//Tecnologia

[Tecnologia][twocolumns]